Alentejo
Aqui, a ligação da paisagem à História é vivida no quotidiano. Um pouco por todo o lado descobrem-se vestígios pré-históricos, pinturas rupestres, ruínas romanas, fortalezas e castelos reconstruídos ao longo dos séculos, para defesa das mais antigas fronteiras de um país europeu. A Nordeste entendem-se lindíssimas vilas e cidades que justamente integram a chamada rota dos castelos: Nisa, Castelo de Vide, Marvão, Portalegre e Alter do Chão. ver mais...
Mais a Sul, a paisagem torna-se mais quente e mais plana; ao redor de Évora (património mundial classificado pela UNESCO e uma das mais bonitas cidades de Portugal, exigindo atenta visita), conheça Monsaraz, Estremoz e Arraiolos. Continuando para Sul, a planície torna-se mais erma e soalheira, amenizada pela generosa sombra das oliveiras e azinheiras. Alvito, Beja, Serpa e Mértola são aqui lugares a visitar. O Alentejo é rico em barragens, onde se podem praticar desportos náuticos e pesca. A caça, pela sua variedade e pela riqueza dos seus coutos, é uma excitante descoberta. Junto ao mar estendem-se as praias selvagens e recatadas, que, para muitos, são um verdadeiro paraíso de pesca e exploração submarina. Pode também optar pela cosmopolita península de Tróia, vasta língua de areia, onde a par com interessantes ruínas romanas se desenvolve um complexo turístico, equipado com boas unidades hoteleiras, um famoso campo de golfe, campos de ténis, piscinas, restaurantes e inúmeros centros de animação. O artesanato tem grande interesse e qualidade, desde a olaria do Redondo e de São Pedro do Corval às internacionalmente conhecidas tapeçarias de Arraiolos. A gastronomia é um dos mais fortes atractivos. Os queijos de Portalegre, Évora ou Serpa têm sempre a acompanhá-los os excelentes vinhos brancos e tintos de Borba, Reguengos ou Vidigueira. Para um merecido repouso, além da hotelaria tradicional, existe um luxuoso conjunto de pousadas e uma acolhedora rede de unidades de habitação rural.
Aceite o convite do acolhedor povo alentejano. Vá descansar com quem sabe.